Listen to me

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

DOR

Stay away
cause i feel

talvez eu acovarde agora
vou ter muito de você amanhã
e hoje tem muito dentro de mim

enquanto eu acaricio sua foto
e espero você vir

não sei por onde sua borboleta tem andado
outros jardins, de outros tipos, eu sei

Stay here
cause i need

talvez eu te ame
talvez um dia seja.

http://www.youtube.com/watch?v=tRJmZwdHCGc

-----

DOR
late late late
enquanto eu mordo
Dor sem ferida
late infla e esfria
enquanto eu espero

sinto silêncio
antes que algo exploda
sinto barulho
em mim, querendo sair

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

"Talvez Um Dia a Gente Seja"

Meu amor aprendeu a andar pelas ruas à noite
Meu amor aprendeu a ser boêmio
Meu amor sabe ser romântico
Mas também sabe ser discreto

Quando é requerido ele se disfarça
Assume o nome de outros tantos sentimentos
Mas se faz sempre presente
Aliás, sempre é uma palavra que ele adora


Meu amor sabe esperar
Meu amor fica feliz em poder ajudar
Meu amor não precisa de recompensa
Ele é forte o bastante pro vice-versa

Quando é notado ele se enche de orgulho
Ele anda aprendendo a brigar também
Sua ira pode ser positiva
Aliás, ele aprendeu a brigar pelo que quer


Talvez.....talvez...
Você........
você disse.....................
talvez um dia
um dia....
UM DIA..................

sábado, 17 de dezembro de 2011

Il Veut (C'est Inquièt)

Parce que quand il marche, il est vivant
Je le regarde

Je la vois, elle est une vrai belle fille
Elle veut être à lui

Il veut
Il peut
Il pleut
Et lui, il veut la manger
Quand il le fait
Il la frappe
C'est fragile
C'est inquièt

Je me laisse penser et imaginer
Tous les histoires bizarres et fantastiques

Je me laisse tomber par hasard
Sur tous les idées de perdre et gagner

Il veut
Je peux
Il pleut
Et lui, il veut manger
Quand il le fait
Je me frappe
J'suis fragile
C'est inquièt

Je gagne et je perd
Et moi, je gagne et je perd


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Rock I've Chosen

There's a new mirror on the wall
But I feel like there's someone new inside me
Cause he's staring back
I am staring in

And as I watched you walking on the streets
I felt my favorite colors in you again
You were like an animal
A real experiment, walkin free

Then I pull myself together
I try to sound as soft as I was made to be
You were the one who took the iniciative
You came to me and you open your mind

I'm surprised
With your bitter sweetness
Tough like a rock
But still the rock I've chosen

sábado, 26 de novembro de 2011

Imagem e Um Violão

Estou sempre aqui
sempre aberto
sempre tento ouvir
e compreender

Apenas não tão certo da minha função
nunca soube o que eu realmente faço bem
mas não preciso me preocupar
eu tenho um amigo que sabe rimar


Estou sempre bem
sempre tento sorrir
só quero te mostrar
o quão bom pode ser

Apenas não tão certo da minha condição
nunca saberei o que eu realmente faço bem
mas não preciso me desesperar
eu tenho um amigo que sabe riffar


Confie em mim
eu sei onde tudo pode dar
confie em mim
eu sei onde eu posso chegar

Apenas não tão certo da conclusão
não estou no lugar que pode me inspirar
mas não preciso lá estar
eu posso muito bem imaginar

domingo, 20 de novembro de 2011

Zé no Bar


Eu não ia sair, mas decidi por causa da mensagem. Fiquei meio louco e inquieto. Não suportaria ficar aqui estático. Claro, tinha de ir pra rua me embebedar.

Mas o bar era um saco e, como havia poucos lugares abertos, tive de suportar um lugar que tocava uma musica horrível. Pedi ao garçom para mudar, mas ele me falou que isso era algo impossível. Havia a possibilidade de beber e ignorá-la e foi o q eu fiz.

Sabe algo que não suporto também? Quando há alguém, algumas pessoas conversando alto e gargalhando em suas mesas (e certamente, sempre é, por motivos mais débeis possíveis). Eu tenho vontade de avançar na mesa e exterminá-los. Havia umas três mesas dessas ontem, cheias de babacas.

Pior foi quando eu acendi um cigarro e baforei a fumaça pelo ambiente e metade do bar olhou procurando quem era que estava cometendo aquela calamidade social. E logo me viram, claro. Agora fumar virou crime!

Eu sou um criminoso social, cheio de amor. Amor, nicotina e álcool: a tríade! Três notas musicais para a alma ensandecida.

Eu estava com vontade de ouvir Chopin, Brahms, Bach... Até o Beethoven. Mas o filha da puta dos infernos jamais tocaria isso naquele bar. Um dia vi em um filme um cara que pensava que Beethoven era aquele cão do filme. É certo que o otário lá ia pensar a mesma coisa. Chopin, ia pensar que eu estava querendo chope, e já ia dizer que não tem. Aliás, percebi que ele queria que eu fosse embora, porque até as cervejas foram baixando de categoria. Sempre que acabava uma, ele vinha me dizer que aquela era a ultima.

Já de saco cheio, falei que não importava mais me dizer qual que tinha, podia trazer qualquer uma. Uma mulher ouviu, olhou pra mim e riu. Aí eu falei: daqui a pouco ele me traz cicuta. Aí ela completou: ah, mas aposto que se tiver álcool você não vai reclamar. O que me fez rir.

Ah, Sócrates! Imagina isso que me ocorreu aqui: Sócrates e a cicuta! E agora nos tempos modernos Sócrates tá com cirrose. Até que cicuta é uma palavra que se assemelha a cirrose, quase gêmeas.

Eu estava mais solitário que a jarra do balcão do Mastercard. Essas jarras que chamam de solitárias. Vão lá e colocam uma flor, condenada a morrer sozinha como em formol.

Eu vi um casal indo embora bêbados, um segurava o outro. Achei bacana demais aquilo. E eu sabia que o mais triste é que eu ia embora sozinho.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Tudo Fim

Me perdi agora entre sonhos
E, se acordado, devaneios
Um seguido do outro
Entre realidade e mito

Tudo seu!

Mas agora sua importancia esteve em xeque
Bem outro dia mesmo a angústia esteve presente
Então ainda tem o seu posto
Ainda vou lutar, eu ainda quero

Tudo meu!

Enfim eu vejo que você não faz nada
Me conquista pelo que é
Apenas deu a sorte de ter o formato
Que eu desenhei pra mim desde o início

Tudo bem!

E o perigo disso tudo está
Em entender o meu sentimento
Se controla o que se entende
Mas eu quero essa paixão descontrolada

Tudo fim!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Eu Raio



É aqui que estou
Não preciso de luz. Os raios m'iluminam
Estou trancado
Posso ser quem eu quiser

Mas eu quero mesmo
É que vocês 2 sejam a mesma pessoa
Desde que estejam comigo

Chove chove
Chova! Barulho
Se eu choro ou se venta
Eu raio
Nenhuma palavra sabe o que eu quero dizer

Mal me concentro
Pois vejo que meu poder é forte
Ninguém vai me achar
Até eu os achar


quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Grande Achado que Rima com ão

A exatamente um ano atrás
Eu conhecia um ser humano intrigante
Um ser que queria deixar dúvidas se humano era

Desde aquele tempo eu não sabia
O que esperar, quanto esperar, por que esperar
Mas eu esperaria e até hoje eu espero

Refrão:
Anjo de asa quebrada
Coração de orgulho partido
Sabiá que esqueceu como assobiar
Eu te protejo e eu te curo


Tenho que ultrapassar as palavras já ditas
Provar que eu vim pra ficar
E de todos é esse que eu escolho

Quando for a hora tudo que eu criei cairá por terra
E eu construirei tudo novamente
Desejo de se tornar um só assim como somos no infinito

Repete refrão

Quero cuidar
Quero fortalecer
Quero fazer sorrir
Quero alegrar
Quero entreter
Quero reunir

Tem medo não da morte
Tem medo mesmo do amor..................

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Antes de Começar

Eu peço desculpas
Eu me traí novamente
Ou pelo menos eu acho que traí
Ou pelo menos eu tenha que achar

Às vezes a gente perde também
Hoje eu não estava para carne
Ou não estava para essas piadas
Ou não estava em um dia produtivo

Eu não quero apenas diversão
Mas não quero ser fixado numa moldura fora do meu padrão
Ou não vai
Ou não racha


Um dia sim, um dia não
Esse sou eu assoprando um balão que não vou estourar
Ou devia ser guardado cheio?
Ou deveria ser mantido distante?

Prazer em conhecer-te
Não quero ser mais um desses que passam
Ou eu devo te ajudar e te ensinar
Ou eu devo partir antes de começar

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

13 Hours in a Row

Raindrops by my window
What a cliché morning
I'm doing other things
Instead of thinking bout you

===============================

Wake up! Wake up!
Inspiration woke me up
Spring brought back my peace
Thirteen hours in a row (of good sleeping)

=============================== 

Living, learning
Growing up in sanity
Worrying not about tomorrow
Each moment is a great experiment

a burning flower
a falling star
a one way trip to infinity
hug me forever I'll show you how
happiness can do us well

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Iludido

Eu leio sua foto
Eu leio você
Só pra eu poder falar de você
Pois eu penso em você
Eu suspiro você
Todo mínimo segundo do meu dia.

Me dizem, me dizem
Vai ser uma grande história de amor
Eu penso, eu quero
A maior e única em minha vida

Eu queria que as paredes pudessem me ouvir
Me declarando a você
Ainda é cedo
Ou já!


Amigos me iludem
Eu nunca gostei tanto de uma ilusão
Ela me faz não querer nunca desistir
Ora! Eu sinto você
Eu vejo você
Eu faço você se inclinar
Eu seguro você
Eu mostro a você
Todo o mundo que pode ser bonito pra gente

Não precisamos dos demais
Olhe pra mim
Confie em mim
Mergulhe em mim
Assim como você sabe fazer
Sem temer, sem temer

Eu queria que as paredes pudessem me ouvir
Me declarando a você
Esse destino é irônico
É lindo, me mostrando o que eu quero acreditar.


Eu vou tomar
O que é meu
Eu quero pegar
O que é meu

domingo, 18 de setembro de 2011

Nojo / Copos d'Água

















Eu posso caminhar sobre o meu ego.
Não queira o meu ódio
Pois ele é muito bom de ser cantado.

O drama é uma massa disforme
Que se molda ao meu redor

Apenas copos d'água
Mas tempestades......

Apenas copos d'água
Médio cheios
O vazio é só meu
Mas agora eu quero a água também

Apenas copos d'água
Mas eu quero tempestades

E eu sei que eu só quero
Que você me diga o que eu quero ouvir
Assim como eu farei a você
Esse bem, me faça também





sábado, 17 de setembro de 2011

I am Water!

Chega de lirismo
Chega de drama
Eu quero parir você
de uma vez!

------------------------

O ciclo se fecha.
Platão me encontrou
no final dessa trama

Pessoas dão as costas
Só resta eu para ajudar
Eu não posso desistir de um ser humano

Se é isso o que chamam de missão
Eu sinto você em minha mão
Quero saber se depois de séculos
Serei o único a amar de verdade

Apreender sua fúria
Controlar seu fogo

I'm water!
I'll soothe you
Let me, let me in.
I am water.


domingo, 11 de setembro de 2011

A Caixa d'Água e os Dois Seres

será o meu jeito de demonstrar prazer
ao encontrar quem conheço
que os cativa?

eu acho que te falei
eu quero muito que seja feliz
você sempre de um jeito fechado
ainda me disse que uma lágrima poderia cair

com toda sua recusa e negação
meus braços ainda te prendiam forte
daqui sua alma não se vai

e no meio do tumulto do seu ser
onde duas almas discutiam em voz alta
pelo poder do corpo em pleno perigo latente

eu demonstrei o meu também oculto ser
que só quer amar as pessoas
até um dia onde vá morrer

não se vá tão cedo
não se perca tão fácil
eu sinto que um dia você vai me matar
eu me vejo sendo assassinado por você
esse é o meu medo
que minha intuição sempre me mostrou
sinto sua aura negra

o amor cura, eu sei
o amor machuca, eu sinto
o amor explode, eu vejo
o amor sangra, eu sangro

domingo, 28 de agosto de 2011

Foi

Foi
Foi-se
Foi por onde deveria ser

Eu senti chegando
Chegou perto
O assunto me convidou pra entrar

Eu entrei e você já estava lá.
E agora você
Você está por dentro

Obrigado
Obrigado pelo que disse
Sim, esperava não menos de você
Foi bonito sim
Foi o que eu precisei hoje
Deu pra me satisfazer

Obrigado por dormir em meu ombro
Se reconfortando em mim

Conforto em mim
Tenho conforto
Venha buscar
Venha

Eu espero que venha.......

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Joia Secreta

"ando odiando músicas
e amando o silêncio"

e silenciando os andares por onde passa
e musicando os amores por onde fica

"[...], aproveita
odeio tanta coisa..."

mas gosta de mim

"ah, você com suas cozinhas...
e eu com a minha solidão"

um dia te faço uma companhia assada

"você salva o que lhe escrevo?"

salvo em um armário
dentro do meu coração

"permaneça ele trancado aos outros
não vale a pena expô-lo"

é minha joia secreta

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Centauro

Que divertido
Eu te pedi em casamento
Escondido
Com indiretas de descontentamento

Eu tenho vivido
Um ano de centauro
As vezes sofrido
Pagando amizade com um preço caro

Já não quero pensar
Se daqui muito tempo
Que atitude vou tomar
Se é possível ter o seu sentimento

sábado, 23 de julho de 2011

Ela Caía

Enquanto a gente bavardeia
Enquanto a gente come aqui fora
Gente morre la dentro

Enquanto a gente sofre de amor
Enquanto a gente sente ódio covarde
Ela caía

O último ar
Então ela cai.

Enquanto eu sofro inveja de pele
Enquanto eu tremo de frio
Ela caía

O último respirar
Então ela cai.

Agora tá tudo bem.
Agora tá tudo bem.

Mas ela sofreu
Ela chorou de dor
Ela doeu
Então ela gritou

E a gente ria
A gente sentia o vento da noite

Ela chorou de dor
Ela sentiu desespero
Ela se quebrou
Ela gritou...

Drama Hunter

O meu coração é um leão
Ele urge atrás do novo e do belo
O vermelho se rasga aos berros
Saciemos esse desejo de engolir o mundo

A dramaturgia em todas as suas ramificações
Um dia ainda me tragará para o seu mundo
Eu me envolvo de toda alma e fervor
Receio um dia me perder, sem poder regressar

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Companionship

You slept on my bed
Went through my stuff
And now you're gone
You left without saying thank you

Pictures
I want pictures
All I care about is pictures
I like to see who you can be
Who are they?

I'd sing to you
All the melodies
I never learned how to
Make real

You're always welcome
People notice, you know it
You're so close to me
Yet so far from this

I'm ok
It's you who has to recognize
Maybe not in this life
But I like your companionship

segunda-feira, 27 de junho de 2011

As Portas

foi bom esse tempo que passamos juntos
em minha mente doente
tenho que procurar outro chão
pra que eu fique em pé

todo o seu encanto dissolveu
você não é mais relevante
mas eu bem me conheço
e sei que logo te aceito de volta
em minhas fantasias
do meu futuro perfeito

por enquanto eu vou pirando
enquanto isso eu vou fugindo de mim
sempre buscando alguém
pra me mostrar se é bom ser eu

tudo que lembra você ta aqui ainda
essas músicas que eu ouço
eu aprecio bastante pois é do meu gosto também
vou lavar o meu humor

domingo, 26 de junho de 2011

Tipo Suíço

Estou transbordando
Preciso derramar no papel
tudo aquilo que eu não chorei
enquanto fazendo parte do social

Alguns chamam de angústia
Eu acho mesmo que o ser humano
é um belo queijo suíço
dores e odores diversos

Não quero voltar pras crises
Mas me sinto preso novamente
Uma explosão se aproxima
Eu posso sentir

E pra terminar o discurso
eu quero me lembrar que o meu foco é certo
o meu sonho é onde me sinto pleno e livre

Eu sempre vou procurar preencher meus furos
mas sem nunca conseguir
pois o meu tipo é suíço e é exatamente por isso que eu sou raro

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Esperando

Vai falando ai.
Que eu vou chorando aqui.
Pelo que você faz
Pelo que você não faz
Eu já nem sei mais.

A culpa não é sua
É que eu tava esperando...esperando...

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Ausência

Eu já falei seu nome demais
Estou cansado
Estou cansado de mim
E tudo que eu disse...
Flutua pelo ar
Já não me deixa respirar
Talvez, se eu me calar e for embora
Ausência.

Só preciso lavar tudo isso
Me limpar de dentro pra fora
E eu tenho medo do meu sangue
Que ele esteja ou seja poluído
Minha alma omite
Como se fosse uma cura
De suposições
Omissão.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Devaneios

Acorda!
mais um devaneio...
cada vez mais preso ao proibido

Levanta!
nada disso aconteceu...
nem se você tivesse coragem

Seria o ideal
mas talvez seja só um capricho
deixe-se viver, desabrace e desapegue, amigos aparte

terça-feira, 17 de maio de 2011

Cafuné Invisível

seria dificil de acreditar
se eu já não soubesse o que é isso

eu amo mesmo platão
que ama um outro platão
como dizem - quem eu quero não me quer
na verdade não pode querer

andei em busca de uma pessoa
pensei ter visto uma outra
são mesmo compatíveis
só uma deve aguentar todo meu amor que transborda

na borda desse cafuné
que eu nunca ousarei fazer

um dia eu ainda...
um dia eu vou...
na verdade não posso querer...
eu não posso.

domingo, 8 de maio de 2011

Casamento Feliz para Sempre

Eu, sim, eu tenho algo contra
Eu não me calarei para sempre.
Mas também eu não vou falar agora.

Você sabe que eu tenho meus argumentos
Eu amo você bem mais que isso
E eu posso provar
Passando toda a eternidade ao seu lado
Para mostrar que eu nunca vou te abandonar
Te venço pelo cansaço

Veja só o que abro mão
Por você eu nem penso em sexo
Eu não preciso ver fotos suas
Você já domina esses cantos daqui

Sua sorte é que faz cócegas no meu coração.

domingo, 1 de maio de 2011

Durma

seus traços foram dispostos
em fronte de mim
sua fúria de vida estava rediada
bem ao meu lado

nenhuma foto poderia chorar
como meus olhos te exaltavam

você estava em uma teia
cada célula presa em um conjunto que eu aprecio
um formato que eu julgo digno
tudo bem diante de mim

não, não vou dormir
eu só preciso observar

tendo essa visão
se eu choro ou não
sinto que é o que eu preciso
sinto, se um dia descobre, eu morro

eu quero apreciar, eu quero cuidar
sinto nos abraços
é amor que será sempre presente
mesmo transformado, é requerido

espero que precise sempre de mim
do seu jeito me queira presente
durma
eu cuido do mundo

Meu Ódio

o meu ódio
ele caminha bem ao meu lado
ele tem sim braços
ele tem sim pernas
ah ele tem sua própria cabeça
seu cérebro pensa
por sua vontade própria
bem ao meu lado

o meu ódio
ele mata
ele pode matar quem está aqui
ele corta cabeças dos infelizes
ele faz apenas um corte em meus queridos
ele destrói todo o lixo
que eu não fui capaz de vencer
ele pode matar

eu sinto um grande nojo
quando eu for embora
nunca vão me achar

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Desenho À Colorir

Se eu não te mimar
Você perde suas cores
Ganha palidez
Como um desenho à colorir

Se eu não te dou corda
Fica assim, meio sem rumo
Como um soldado sem chumbo
Brinquedo inanimado de criança alguma

Se eu não te pinto
É apenas uma tela em branco
Nem natureza morta
Nem vida paralisada pode ser

Quando não escrevo você
Não faz o menor sentido
Não tem esse ar de poesia
Sem seu charme, sem encanto nem doçura

É por isso que você é minha obra de arte
Quero provocar-te esses belos sorrisos que eu nunca ousei ver
Quero meu nome em suas mais profundas cores
Quero meus créditos em sua felicidade

terça-feira, 12 de abril de 2011

Piedade Filhos

Eu tenho alguns seres
Eles são bem vivos
Pois eu os fiz assim
Eu tenho uns seres
Alguns são humanos
Pois eu os espero assim

Eles pintam os seus corpos
Cada cultura buscando iluminação
Mas Eu não vou descer lá não
E eles gritam, aprenderam a cantar
Gemem, como animais aprenderam
Mas Eu não desço lá não

Eles sofrem, eles se divertem
Eles choram, eles riem...
Eu envio os meus filhos
Mas e quando estão doentes
A Mim eles clamam piedade
Mas Eu... estou muito alto.

Tem aquele que se isola
E se arrepende, pois o ensinaram assim
Tem o que agradece e compartilha
Tem bom coração, conhece a felicidade

Não preciso ir até lá
Eles já chegaram aqui
Me descobriram depois me criaram
Me matam e Me transformam

Piedade filhos...piedade...humildade...

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Em Pedra Dura

Quando pensa em mim, bastante
Me faz um bem
Quando despreza a si mesmo
Me faz um mal
Quando faz menção de alegria
Me faz bem
Quando usa o ódio como escudo
Me faz mal

Me sinto bem quando te faço sorrir
Me sinto mal quando te vejo soçobrar
Me faz bem te imaginar dançar
Me faz mal te visionar se sabotar

Quando se preserva de beber
Quando se reserva de fumar
Quando se protege do frio
Me faz um grande bem

Quando se afasta do mundo
Quando se dopa em defesa
Quando se irrita em confusão
Me faz um soturno mal

Me faz bem brincar com sua ingenuidade
Me faz mal te buscar sem retorno
Me faz bem imaginar uma vida infinita ao teu lado...

Eu não vou te abandonar
Eu não vou te deixar ficar só
Eu não vou parar de martelar em sua mente
Eu não vou.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Blood and Pride

Will my blood be accepted?
Will it pass the test?

Go to sleep
Let things be erased from your mind
Don't you fight
Go to bed and dream of a new tomorrow

Will my pride be reset?
Will I stop forcing it out?

Go to sleep
Let things be erased from your mind
Don't you fight
Go to bed and dream of a new tomorrow

quinta-feira, 3 de março de 2011

Feliz Aniversário, Meu Amor

Hoje não tem bajulações
Poemas, textos, músicas
Poesias, frases ou carícias verbais.

Estou ficando longe
Hoje
Pois eu sei que se eu te dou valor demais
Eu perco o meu.

Não insistirei
Não implorarei seus restos
Pois sei que é fácil pra você dizer não
Escorregar para longe

Essa noite não te dou bolo
Nem presente
Pois estou com dor de cabeça
E nem mesmo te dou os parabéns.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Amor No Equador

equador
ou el salvador
dor
de amor
você está em meu cor
ação! vire ator
finja torpor
viva a minha cor
forma indolor
de te mostrar o amor
espero o que for
para te mostrar o amor
em cor
com fervor

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Rosas Doces

você estará sempre aqui no meu coração, espetando as paredes com as pontas dos seus cabelos cacheados, como espinhos de rosas doces.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Que Morra

Que você morra
Eu tive pena
Agora tenho ódio
Que você morra

Se você viesse me pedir abrigo,
Conselho, dinheiro
Eu diria não.
Eu refletia em como ser ajuda
Mas agora espero que você tenha
O que procura

Que fique sozinho
Sem casa, sem dinheiro
Sem família, sem conhecimento
Sozinho
Melhor que fique com seus "bons amigos"
É pior que solidão eterna

Que você morra
Que o álcool fure seus olhos
Se você grita com suas origiens
Se você estapeia seu próprio sangue
Um rosto feminino
Eu quero mais é que você morra

Eu tive pena
Agora tenho ódio
Que morra, que morra

sábado, 29 de janeiro de 2011

Sarjeta

Esses becos
Sombras
Caminhos estranhos
Essa pseudo sarjeta
Que eu me coloco
Às vezes para brindar a força

Me lembram de você

Como pode
Em um lugar assim
Com tanta gente
Só posso amar uma pessoa

Seus grandes defeitos
São hoje animais ferozes
Posso tocá-los
Posso acalmá-los

Meu grande prêmio
Beijo amargo de cevada
Sarjeta preenchida
Completude unificada
Dor de cabeça, fundo do poço
Dormiremos em puro angelismo



sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Nostalgias do Futuro




Hoje o dia é tão bonito
que eu tenho medo que as filosofias me levem
que me tirem dessa terra confortável
eu aprendi a combinar minhas cores com as do mundo

Fotos me aterrorizam
Um dia chorarei sobre elas
Essa dor me mata hoje
Nostalgias do futuro


Foi um tempo tão bom
que ainda não passou
Éramos tão felizes
até parece ontem

Mas é hoje...
é hoje...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O Material Que Você Produz

O material que você mostra
é a merda mais linda que eu já vi

Não sei se conseguirei passar despercebido por você
assim como venho enganando
você é mais esperto

Nem auto-estima
Nem confiança
Nem social
você consegue ser

Minha garganta está em farpos
sangra ao cantar
e chora ao ouvir a sua

O material que você produz
é a mais errada linda coisa que eu já vi

domingo, 9 de janeiro de 2011

Grande Mistério Intelectual

Eu não te conheço
Mas sempre quis me ver através de você
Ouço muito a seu respeito
Sempre quis me identificar com você

Entendo sua hiperatividade
Sua distância das pessoas é vital
Sempre quis te curar
Hoje eu tenho medo de sobrecarregar você

Só em um abraço
Gostaria de te absorver
Com toques precisos
Interpretar o seu obscuro

Preciso alterar minha intenção
É uma pena, você não é como eu gostaria
Apesar de ser o que eu sempre quis
Preciso do resto de você

Podemos conversar pra sempre
Você tem o que quiser de mim
Algo pode explodir aqui, eu sei
Mas preciso te absorver