Listen to me

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Saúd'ade

É uma saudade que assopra meu rosto
O mesmo vento que te toca
No fim do mundo, começo do mar

É uma saudade que torna teu rosto
Mais bonito ainda do que eu consigo
Me lembrar, sem me preocupar

É saudade, dói tudo no peito
É saudade que me acorda e põe pra dormir
É saudade que entra semp' sem pedir
É saudade
É tudo que passa
É saudade
É tudo que passa...

Passou, nem vi
Você aí
Passou aqui
Você sem mim

É saudade, dói tudo no peito
É saudade que me acorda e põe pra dormir
É saudade que entra semp' sem pedir
É saudade
É tudo que passa
É saudade
É tudo que passa...

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A distancia

Esses dias pensei que sua distancia de mim faz com que sua presença seja cada vez mais uma joia que se valoriza.
Uma flor que nunca murcha, pelo contrário, cada vez mais florida, viva e colorida.
E assim temos a certeza de que a conexão fala pro si só.
Pois a energia que sai de mim é a mesma que vem de você
E vice e versa e verso e prosa e vida e poesia.

Cuidamos um do outro mesmo longe
A cada queda meus ombros se jogam no chão pra te apoiar
A cada caco caio como queda quando quero te dar cor

E assim nos harmonizamos com a vida
Num balanço perfeito de estarmos vivos
Vivo em ti, viva em mim...

E te ofereço uma inspiração tranquila:

http://www.vagalume.com.br/arnaldo-antunes/danca.html

Boa passagem de ano.
Beijos de harmonia.

domingo, 20 de dezembro de 2015

Vilão

É engraçado como a gente pode ser também o vilão de outras pessoas.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Se Você Chegar

Se você chegou até aqui
Você merece um abraço
Antes os abraços serviam pra grudar seu cheiro em mim
E eu adoro seu cheiro
Mas dessa vez o abraço é completamente de coração.

Se você chegou até aqui
Você merece um refresco
Alivia o peito, abaixe as armas, paz na mente

Se você chegou até aqui
É porque você gosta de mim
E eu gosto de você
E isso que me faz sentar aqui bem na sua frente.

Se você chegou até aqui
Você não pode fugir
Se você gosta de mim
E eu de você
Isso é pura lógica, é sim.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Qualquer Palavra

Sinto um vazio
um vazio dentro do meu infinito
bem profundo e imenso vácuo

Quero ver suas palavras
Qualquer palavra
Uma mentira
Uma verdade dura
Que machuca mas abraça
Que queima mas acalenta
Que fura mas me toca

Me toca
Me veja
Qualquer coisa pra eu dormir mais leve
Só uma troca de atenção
Só pra eu saber que você está aí do outro lado
E que me vê
E que responde
Pra que eu exista
Pra que eu me veja

Qualquer palavra
Que fura mas me toca.